São João 2017 Angelim recebeu apoio do Governo do Estado…

Angelim realiza na noite deste sábado 1º de julho, a última apresentação do “São João Pegado” 2017, subindo ao palco o cantor paraibano Novinho da Paraíba. Através dos projetos do prefeito Douglas Duarte (PSB). Estes, tiveram a aprovação do governo de Pernambuco. O mesmo  autorizou aos órgãos Empetur e Fundarpe que viabilizasse  todas as condições necessárias á realização dos eventos, desde a parte financeira a estrutura e apoio logístico. A prefeitura também teve a sua parte de gasto financeiro, cuja prestação de contas dar-se-á inicialmente, junto as instituições governamentais.  O prefeito Douglas agradeceu o empenho dos órgãos já mencionados, ao Governador Paulo Câmara aos deputados Sebastião Oliveira e Romário Dias que proporcionaram pela primeira vez em Angelim a realização dos festejos juninos, por sinal, no primeiro ano do Governo DOUGLAS DUARTE.
SÃO JOÃO MOVIMENTOU R$ 260 MILHÕES NA ATIVIDADE TURÍSTICA DE PERNAMBUCO
A festa de São João trouxe bons resultados para o Turismo de Pernambuco. O Estado recebeu durante os festejos juninos 591.679 visitantes.
Em 2016, foram 579.240 visitantes, o que representa um crescimento de 2,15%.
A receita turística gerada no período chegou a R$ 260 milhões, no ano passado foi de R$ 255 milhões. Os dados fazem parte da pesquisa realizada pelo Governo do Estado através da Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer de Pernambuco, por meio da Empresa de Turismo de Pernambuco – (Empetur).
“Consideramos os números do São João 2017 exitosos.
Este ano a taxa ficou em 92,4% e em 2016 foi 87,9%. Na ocupação hoteleira do Estado tivemos um crescimento de 5,1% em comparação a 2016. Isso reflete um trabalho que o Governo do Estado vem fazendo para consolidar cada dia mais o ciclo junino no Brasil e no mundo”, comenta o Secretário de Turismo, Esportes e Lazer de Pernambuco, Felipe Carreras.
Arcoverde, Bezerros, Caruaru, Gravatá, Limoeiro e Petrolina registraram uma ocupação hoteleira média acima de 90%, esses destinos são os tradicionais polos dos festejos juninos em Pernambuco. A permanência média de visitantes foi no em torno de três dias.
Um dos objetivos da pesquisa sobre o perfil socioeconômico do visitante durante o período junino é de também analisar o grau de satisfação em relação aos serviços oferecidos, a fim de nortear o planejamento e a gestão da administração do evento no futuro. “Podemos afirmar que estamos no caminho certo. As pesquisas apontam que 98,8% do público dos festejos juninos no Agreste pernambucano manifestaram interesse em participar novamente do evento e 99,2% recomendariam a festa para outras pessoas”, afirma Carreras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para o topo
lollogo

Posso ajudar?

Vosê pode pesquisar sobre qualquer coisa que exista dentro do website. Ex: Contracheque, despesas, licitações etc.

  • Pesquisar:

  • Categoria:

  • Data:

Skip to content